Ponto de encontro dos Ciclídeo maníacos

Bem vindo ao Fórum Ciclídeos BR!

O verdadeiro ponto de encontro dos Ciclídeo Maníacos.

Para visualizar as novas mensagens, clique em Login.

Se ainda não é membro, Registre-se.
Publicidade
O aquário do trimestre

Última publicação
Filtragem no Aquário
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Nimbochromis livingstonii (Livingstone) - apoio
Ontem à(s) 5:34 pm por wilson silva de miranda

» Meu Reef JR
Ontem à(s) 6:28 am por Junior Gorski

» Minha "Ex-Pirarara"
Qua Out 29, 2014 12:25 pm por Pedro Oliveira

» Concurso "O aquário do trimestre" - Tema: Matagal (Votação)
Qua Out 29, 2014 12:14 pm por Wladimyr

» Algumas dúvidas (iniciante)
Ter Out 28, 2014 9:08 am por Edson Paveloski Junior

» *** AQUÁRIO TRIANGULAR *** PROJETO ***
Seg Out 27, 2014 9:22 pm por Lucas Duarte

» NOVO AQUARIO
Seg Out 27, 2014 6:45 am por Pedro Oliveira

» Apresentação
Sex Out 24, 2014 1:11 pm por Wladimyr

» Você acha compatível?
Qua Out 22, 2014 5:38 pm por lanpenn

Novembro 2014
SegTerQuaQuiSexSabDom
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Calendário Calendário

Foto-concurso
https://www.facebook.com/119534308159638/photos/a.188113827968352.38199.119534308159638/295078133938587/?type=1

http://www.youtube.com/user/CiclideosBR

A ciclagem

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A ciclagem

Mensagem por Ciclídeo maníaco em Sex Ago 19, 2011 5:06 pm

Introdução

As bactérias que fazem o trabalho real, devem ser cultivadas e usadas para nosso próprio benefício. Elas são a locomotiva do aquário e através dum processo chamado de ciclo do nitrogênio, as denominadas Nitrosomonas, Nitrobacter, dentre outras bactérias benéficas, irão se alimentar da amônia, excretar nitritos, se alimentar de nitritos e excretar nitratos, oque é muito menos tóxico para os peixes e podem ser controlado pelas TPA's.

Do inicio do processo até que se estabilizem nos filtros e demais áreas do aquário, essas bactérias requererão de 3 semanas a 6 meses completos em alguns casos, antes de se apresentarem completamente estáveis em suas colonias. Peixes geralmente podem ser inseridos, muito antes do segundo lapso temporal, porém num numero reduzido. Sendo necessário mudanças de água regulares. Esse é um passo importantíssimo, pois o aquário deve estar equilibrado para que a vida nele mantida, tenha saúde e progrida com sucesso por vários anos.

Procedimento

Esse processo se inicia com a inserção da amônia ao meio e para tanto, se faz necessário a aquisição de um amoníaco puro. Onde com um conta-gotas se adiciona, 1/2 gota desse por litro d'água do aquário. Além do amoníaco é preciso ter em mãos medidores de amônia e nitrito, daqueles comercializados em lojas voltadas ao hobby.

Passados mais ou menos 30 minutos da adição, pode ser realizado o primeiro teste, onde a amônia provavelmente se apresentará entre 2,5 a 5 ppm e em dois dias o segundo teste que, provavelmente denotará os mesmos valores do primeiro.

Proceda realizando os testes de amônia e nitrito de 2 em 2 dias. Verificando se essa se manteve na marca de 2,0 ppm. Onde relatado valor inferior, deve ser feita uma nova adição, correspondente à metade da dose inicial de amoníaco. Essa redução é normal e denota a celeridade do ciclo.

A partir do sexto dia o nitrito deverá está batendo pico aproximado à 2,0 ppm. Continue realizando os testes no mesmo lapso temporal, adicionando pequenas doses de amoníaco para aumentar o numero de bactérias nitrificantes. Pós alguns testes, constatará que os níveis de nitrito estarão caindo e em torno do décimo quinto dia estará em 0 ppm.

Então, chegou o teste final e para constatar que todo trabalho valeu a pena Êh! Êh! Very Happy

Realize uma TPA em torno de 50% e adicione a dose inicial de amoníaco. Como nessa fase se espera que, as colonias estejam devidamente populadas, convertendo os compostos "a todo vapor". A amônia adicionada deverá se apresentar no dia posterior, na marca de 0 ppm. Caso isso não ocorra, aguarde mais alguns dias até que as colonias estejam de fato populadas.


Última edição por Nélio Júnior em Sab Out 15, 2011 12:20 pm, editado 7 vez(es)

Ciclídeo maníaco
Administrador
Administrador

Mensagens: 490
Data de inscrição: 15/08/2011
Idade: 3
Localização: Brasil

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A ciclagem

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Seg Ago 22, 2011 12:45 pm

As reações que ocorrem no processo de nitrificação são representadas, geralmente, da seguinte forma:

NH3 + 3/2 O2 ---> H+ + NO2- + H2O + energia (ação das bactérias do gênero Nitrosomonas)

NO2- + 1/2 O2 ---> NO3- + energia (ação das bactérias do gênero Nitrobacter/Nitrosococus)

Porém o processo não consome só amônia e oxigênio, consome também carbono inorgânico (na forma de bicarbonato ou CO2). Diante dessa informação, a equação que melhor descreve o processo seria essa:

NH4+ + 1,83 O2 + 1,98 HCO3- ---> 0,021 C5H7O2N + 0,98 NO3- + 1,041 H2O +1,88 H2CO3 + energia

O C5H7O2N representa a fórmula mínima aproximada da biomassa gerada pelas bactérias dos gêneros Nitrosomonas e das Nitrobacter, sendo o HCO3- o ânion bicarbonato e H2CO3 representa o ácido carbônico (que também é gerado pela dissolução de CO2 em água).

Variáveis que influenciam na ciclagem:

Temperatura:
A nitrificação ocorre normalmente no intervalo de temperatura compreendido entre 4 e 45°C, sendo que as Nitrosomonas são mais ativas a 35°C, enquanto as Nitrobacter são mais ativas de 35 a 42°C. Ciclando dentro de tal faixa de temperatura(preferencialmente a 30°C), é garantida maior eficiência na formação e multiplicação das colônias bacterianas.
Além disso, Vant't Hoff, no século XIX, postulou uma lei Cinética na qual afirma que uma elevação de 10°C na temperatura de uma reação química dobra sua velocidade de ocorrência. Embora nem todas as reações químicas sigam essa lei, a Nitrificação parece obedecê-la, ao menos no intervalo de 10 a 30°C.

Temperatura (°C).......... Mols de NH3 consumido
10 ............................................. 0,3
20 ............................................. 0,65
30 ............................................. 1,2

Os dados apresentados na tabela concordam com a equação de Vant't Hoff Arrhenius, praticamente dobrando a cada 10°C.

pH e alcalinidade:
A nitrificação ocorre principalmente em pH compreendido entre 6,5 e 9,0, sendo o pH ótimo compreendido dentro da faixa de 7,4 a 8,6. Vale ressaltar que, em pH abaixo de 6,0, a nitrificação é fortemente inibida, ocorrendo em baixíssimos níveis. Como já dito, o íons bicarbonato deve estar presente, uma vez que ele é consumido na reação.

Níveis de oxigênio:
O oxigênio dissolvido (OD) é requerido no processo de Nitrificação. Dados experimentais demonstram que a Nitrificação requer uma concentração de oxigênio mínima a 2,0 mg/L (ppm) para ocorrer, praticamente não ocorrendo em ambientes com níveis de OD inferiores a este.

Fontes:
http://www.enq.ufsc.br/labs/probio/disc_eng_bioq/trabalhos_grad2005_2/nitrogenio/nitrificacao.htm
http://www.verlag.com.br/arquivos/links/16.pdf
http://www.bioconlabs.com/nitribactfacts.html
http://www.bvsde.paho.org/bvsaidis/aresidua/i-121.pdf

Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens: 2281
Data de inscrição: 19/08/2011
Idade: 25
Localização: Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A ciclagem

Mensagem por Mateus Camboim em Sab Out 15, 2011 12:56 am

"Boosters" ou aceleradores de biologia

Esse tópico é muito importante, pois a meu ver é a principal causa de morte nos aquários espalhados pelo mundo, seja de forma direta ou indireta. Diretamente ao expor os peixes a quantidades letais de amônia e de nitritos, a longo prazo nitratos ou indiretamente debilitando-os e os tornando sensíveis às mais variadas doenças oportunistas.

Não sei se esse assunto já foi abordado no decorrer do tópico, talvez sim e eu não tenha prestado atenção. Mas acho muito interessante o uso de produtos conhecidos como os "boosters" ou aceleradores de biologia, que são geralmente líquidos concentrados com bactérias selecionadas. Tais bactérias podem ser individualmente separadas para cada função ou misturadas no mesmo recipiente. De uma forma generalizada os produtos mais comuns possuem cepas de bactérias capazes de converter amônia em nitrito e o mesmo em nitrato.

Mas existem também aqueles produtos com bactérias heterotróficas, que são decompositoras e transformarão toda a matéria orgânica do aquário em amônia, ao consumi-la. Então, essas geram a amônia que dá início ao ciclo.

Aqui um exemplo de produto que acelera o desenvolvimento, expansão e estabilização da colônia de bactérias presentes no aquário. Usei um produto dessa marca como exemplo pois foi a que obtive melhores resultados:



Existem diversas outras marcas em outras apresentações. Mas de uma forma generalizadas todas prometem o mesmo, que é ciclar o aquário rapidamente. Porém eu faço uma ressalva sobre tais informações: não existe ciclagem relâmpado de 2,3,4 ou 5 dias. Eles aceleram muito, mas não fazem milagres. Mesmo despejando na água do aquário essas bactérias em altas concentrações, leva um tempo até elas se fixarem e começarem a se reproduzir de forma satisfatoriamente adequada, que dê cabo de toda a demanda orgânica do tanque em questão.

Do ponto de vista biológico/natural, esses produtos são absolutamente dispensáveis, pois mesmo que seja contra nossa vontade as bactérias vão se estabelecer, é praticamente inevitável.

Mas é interessante seu uso em determinados casos, especiais, como quando se aplica um medicamento no aquário, debilitando a colônia presente (neste caso, ela reforça repondo as bactérias perdidas); no caso de aumento súbito de amônia ou nitritos (mesmo que de forma paliativa já evita expor os animais aos compostos nitrogenados); trocas parciais acima de 60%; aquisição de peixes novos ou em grandes quantidades (a colônia demora um pouco para se adaptar ao novo número de habitantes). Ou simplesmente quer encurtar um pouco o período de ciclagem. Esses aceleradores serão úteis em todas essas ocasiões, apesar de ser desnecessário em muitas delas.

Repetindo: não são essencialmente necessários, mas podem ser muito úteis. Tudo vai depender de um conjunto de fatores, como disponibilidade de tempo, dinheiro, paciência...

Outro ponto que é bem interessante é o uso de mídias biológicas de qualidade, tão boa quanto possível. Isso é essencial, acho que é um dos únicos pontos em que não se deve economizar, pois evita muita, mas muita dor de cabeça futura. Os "anéis de cerâmica" ou outros com o mesmo fim devem possuir uma alta porosidade, para garantir uma maior área colonizável como também uma melhor circulação d'água por dentre esses poros.

Enfim, são algumas das coisinhas que eu achei interessante abordar.

Abraços.

Mateus Camboim
Moderador
Moderador

Mensagens: 78
Data de inscrição: 28/08/2011
Idade: 24
Localização: Esteio, Rio Grande do Sul

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A ciclagem

Mensagem por Ciclídeo maníaco em Sab Out 15, 2011 9:05 am

Show Mateus, realmente não havíamos citado os aceleradores.

Abraços

Ciclídeo maníaco
Administrador
Administrador

Mensagens: 490
Data de inscrição: 15/08/2011
Idade: 3
Localização: Brasil

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A ciclagem

Mensagem por leticia pereira em Sab Out 15, 2011 9:26 am

realmente voce colaborou bastente em uma madrugada uahsuahs'

muito bom

bjs

leticia pereira
Astronotus ocelattus
Astronotus ocelattus

Mensagens: 578
Data de inscrição: 07/09/2011
Idade: 18
Localização: RJ

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/profile.php?id=100001729411116

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum