Ponto de encontro dos Ciclídeo maníacos
Bem vindo ao Fórum Ciclídeos BR!

O verdadeiro ponto de encontro dos Ciclídeo Maníacos.

Para visualizar as novas mensagens, clique em Login.

Se ainda não é membro, Registre-se.
Publicidade
O aquário do trimestre

Última publicação
Filtragem no Aquário
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Dúvida Aquário 108 Litros
Qua Jun 21, 2017 6:23 pm por SJorge

» Apresentação
Dom Jun 18, 2017 1:28 am por Edson Fortini

» Comunitário Tanganyika 270l - Ajuda sobre fauna
Sab Jun 03, 2017 2:49 pm por portuga86

» Projeto Vuvuzela Tanganyika
Seg Maio 29, 2017 1:08 pm por Dionisio

» Revista digital
Sex Maio 26, 2017 4:45 pm por jose antonio dos reis

» Apresentação
Qua Maio 17, 2017 3:43 pm por Dionisio

» Alimentação FH
Ter Maio 09, 2017 1:44 am por Kari

» Apresentação
Seg Abr 03, 2017 1:06 am por Alexandre Krassuski

» Melafix 100% caseiro!
Seg Abr 03, 2017 12:59 am por Alexandre Krassuski

Junho 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário

Foto-concurso
https://www.facebook.com/119534308159638/photos/a.188113827968352.38199.119534308159638/295078133938587/?type=1

http://www.youtube.com/user/CiclideosBR

Flowerhorn a beira da morte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Ian Gopfert em Sab Dez 27, 2014 2:05 am

Olá galera,
Sou novo por aqui e venho pedir ajuda pois estou sem opções aqui. Comprei um Flowerhorn no início do mês que ficou um pouco com outros ciclídeos em uma engorda e após brigar e apanhar de um red devil, e de notar também a falta de apetite, resolvi separá-lo em outro aquário. Então por volta do dia 10 eu notei, além da falta de apetite, um grande prolapso retal, como na foto abaixo



Desde então eu tratei durante 3 dias com sal de epsom, sem nenhuma melhora no apetite, depois fiz duas aplicações de FLAGYL + MEBENDAZOL em 6 dias (adicionei melafix nos últimos 3 dias desses 6 dias) com uma pequena melhora o peixe comeu um pouco mas depois de 24h parou de comer e começou a ficar desgovernado. 

Nesses últimos 3 dias voltei com sal de epsom + melafix e ainda estou dando banhos de 20 a 30 minutos no sal grosso, mas o flower só piora, não consegue ficar na horizontal, somente na vertical, vejam:




Não sei o que fazer, hoje eu vi isso:





Será que tento algo assim? Esse ultimo vídeo o cara usou albendazol, ainda não tentei esse, e também não sei a dosagem pra fazer isso sem intoxicar o peixe. Será que eu tento?

Desde já agradeço pela atenção, qualquer ajuda será bem vinda !!
avatar
Ian Gopfert
Alevino
Alevino

Mensagens : 8
Data de inscrição : 27/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Sab Dez 27, 2014 1:45 pm

Tenta isso com sal de epsom a 3%. O problema dos tratamentos que você está tentando é que estão sendo muito rápidos. Vermífugação e desparasitização devem durar certo tempo em alta temperatura (32-33ºC) e deve haver nova aplicação após 1ou 2 semanas, dependendo do procedimento. 
Evite também alimentar com peixes vivos. Convém ainda tratar o aquário principal, pois há parasitas lá também.

 Até

_________________
Edson Paveloski Junior

avatar
Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens : 2436
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 27
Localização : Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Ian Gopfert em Sab Dez 27, 2014 2:08 pm

Edson Paveloski Junior escreveu:Tenta isso com sal de epsom a 3%. O problema dos tratamentos que você está tentando é que estão sendo muito rápidos. Vermífugação e desparasitização devem durar certo tempo em alta temperatura (32-33ºC) e deve haver nova aplicação após 1ou 2 semanas, dependendo do procedimento. 
Evite também alimentar com peixes vivos. Convém ainda tratar o aquário principal, pois há parasitas lá também.

 Até
Edson, muito obrigado pela ajuda!
Sobre a vermífugação, eu segui os manuais disponíveis na internet, especificamente o seguinte:

"Flagyl + Mebendazol. 
Dosagem: Para cada 50 litros usar 400mg Flagyl + 100mg Mebendazol. 
Dissolver os remédios num copo antes de jogar no aquário. Se precisar pode dissolver o mebendazol com um pouquinho de acetona. 
Mantenha os peixes nesse tratamento por 3 dias e em seguida faça uma troca parcial de 40%. 24 horas após essa troca de água, faça outra troca de água e depois aplique novamente os medicamentos na mesma dosagem inicial, depois repita as trocas de água nos mesmos prazos. 
Durante o tratamento mantenha boa oxigenação e eleve a temperatura par 33-34 graus. 
O Flagyl mata os protozoários e o Mebendazol elimina os vermes."

Teria algum procedimento mais adequado?
Por último, desculpe a minha ignorância, essa solução de 3% eu teria que misturar quantos gramas do sal em 1L de água por exemplo?

Abs
avatar
Ian Gopfert
Alevino
Alevino

Mensagens : 8
Data de inscrição : 27/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Ian Gopfert em Sab Dez 27, 2014 2:10 pm

Eu acabei de ver neste vídeo:



O cara fez a aplicação de 2 colheres de sal de epsom em 2 xícaras de água, procede?
avatar
Ian Gopfert
Alevino
Alevino

Mensagens : 8
Data de inscrição : 27/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Dom Dez 28, 2014 2:22 am

30 g para 1 L de água.

O tratamento deve levar ao menos 10 dias, preferencialmente 15 dias com metronidazol, ao todo.

_________________
Edson Paveloski Junior

avatar
Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens : 2436
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 27
Localização : Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Alexandre Krassuski em Dom Dez 28, 2014 2:47 pm

Fala Ian, tudo bem?
Concordo com o Edson, você deve associar de forma mais prolongada apenas os dois medicamentos (sal de edsom + metronidazol).
Os tratamentos muito rápidos, não são eficientes e podem intoxicar o peixe, piorando assim o estado inicial da doença. Sem contar que o causador da doença, pode ficar mais tolerante ao medicamento diminuindo a eficácia do princípio ativo da droga.
Vamos torcer para ele melhorar. Vou acompanhar com carinho o tópico, pois tenho FH a uns dois anos e até o momento nunca tive problema com eles, mas se tratando de peixes híbridos é sabido que eles são mais suscetíveis a algumas doenças que outros peixes puros são mais resistentes. Então vou aprender mais um pouco.
avatar
Alexandre Krassuski
Amphilophus labiatus
Amphilophus labiatus

Mensagens : 297
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 42
Localização : São Bernardo do Campo - SP (Brasil)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Ian Gopfert em Seg Dez 29, 2014 3:40 am

Edson e Alexandre,
Muito obrigado pelo apoio, acho que o problema foi realmente ter misturado com outros peixes não quarentenados, mas é estranho que os outros estão muito bem, nenhum deles demonstra qualquer sintoma.

Sobre a duração dos tratamentos, ainda estou com muita dúvida no momento. O FH completou 4 dias consecutivos com tratamento com o sal de epsom na água. Como eu acho que ele não vai durar muito tempo no estado que se encontra, fiz a aplicação hoje, diretamente no estômago com a seringa essa solução de 3% de sal de epsom, porém adicionei também à solução 1/2 comprimido de flagyl (Metronidazol) e 1/2 de Milbemax C (Praziquantel). Sei que não estava no script, mas vi em alguns lugares pessoas fazendo essa vermifugação com produtos industrializados diretamente no estômago, só não sei se essa quantidade de Metronidazol (200 mg) e Praziquantel (62,5 mg) em 1L água foi um quantidade alta ou baixa para aplicar diretamente.

Em todos os lugares que pesquisei falaram que era uma aplicação única e bastava, agora não sei o que eu faço, fiz uma TPA de 100% e não adicionei mais nada hoje. Então não sei o que fazer agora, se prossigo com o tratamento com sal de epsom na água, se recomeço com o flagyl na água, ou se aplico mais doses da mistura diretamente no estômago. O que sugerem?
avatar
Ian Gopfert
Alevino
Alevino

Mensagens : 8
Data de inscrição : 27/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Seg Dez 29, 2014 11:46 am

Observe se o animal defeca, após essa aplicação, pois a ideia dessa aplicação é justamente remover obstruções intestinais e devolver o apetite ao animal. Mas convém manter pelo menos o tratamento com metronidazol em água.

Sobre os outros peixes, é perfeitamente possível, uma vez que hexamitose/spironucleose atacam quando há uma redução das defesas imunológicas do peixe. No caso de híbridos, considere que a imunidade é constantemente baixa.
Ou seja, há parasitas no aquário principal, por isso sugeri anteriormente o tratamento de todo o aquário, uma vez que será evitada a reincidência da doença.

 Continue nos informando.

 Abraço

PS: não deixe de se apresentar na sala adequada

_________________
Edson Paveloski Junior

avatar
Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens : 2436
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 27
Localização : Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Emerson Souza Santos em Seg Dez 29, 2014 2:05 pm

Acompanhando!

_________________
A precipitação é o início do fracasso e a paciência é o primeiro passo para o sucesso!!! Wink 

Tanganyika Village Aquarium - 144lts

M&Ms Mbunário Malawians - 280lts
avatar
Emerson Souza Santos
Administrador
Administrador

Mensagens : 3821
Data de inscrição : 17/08/2011
Idade : 26
Localização : Itaquera, São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Alexandre Krassuski em Seg Dez 29, 2014 7:18 pm

Ian, segue os conselhos do Edson Paveloski que esse cara sabe do que está falando. A pouco mais de um ano atrás eu tive um problema sério com o meu papagaio preferido de 7 anos de idade. E se não fosse pela a pronta ajuda do Edson, o meu primeiro híbrido teria morrido com certeza. O meu papagaio, já estava uns 10 dias sem se alimentar, a morte seria inevitável. Segui a risca os conselhos do Edson e salvei o danado!
No meu ponto de vista, o Edson é uns dos melhores membros que temos nesse fórum. Temos vários excelentes participantes nesse espaço, porém mesmo eu sendo aquarista a mais de 30 anos, toda a vez que esse carinha dá uma dica eu ouço com carinho.
O problema com os híbridos é esse mesmo, eles não mantém as defesas imunológicas de peixes puros, isso será o nosso fantasma sempre.
Os outros peixes, tem um diferencial em relação a imunidade, por isso o Edson está reafirmando a necessidade de vermifugação de todo o aquário, e eu concordo com ele. Quando eu tive um problema semelhante, eu vermifuguei o aquário principal.
E assim que possível se apresente na sala adequada. Queremos saber mais sobre o seu aquário e a sua fauna, para podermos te auxiliar de forma mais assertiva.
Estamos acompanhando.
Um abraço e boa sorte.
avatar
Alexandre Krassuski
Amphilophus labiatus
Amphilophus labiatus

Mensagens : 297
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 42
Localização : São Bernardo do Campo - SP (Brasil)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Ian Gopfert em Ter Dez 30, 2014 1:08 am

Obrigado de verdade!

Estou seguindo as orientações agora, notei algumas horas depois da aplicação um filamento quase rígido verde saindo do ânus do peixe e ficou assim por quase 24h. Hoje o FH ficou bem agitado, colocava areia na boca e cuspia, acho que deve ter algo no estômago dele que ele não consegue colocar pra fora, foi só essa pontinha verde e dava pra ver o anus bem vermelho.

Continuei com o metronidazol na água novamente, acho que seria uma boa continuar com o sal de epsom também né, para ajudar a expelir qualquer coisa que esteja no sistema digestivo, o que acha?

E sobre as aplicações diretamente no estômago, repito daqui a alguns dias?

Obrigado pelo enorme apoio e torcida de vocês, vou postando as informações aqui !
avatar
Ian Gopfert
Alevino
Alevino

Mensagens : 8
Data de inscrição : 27/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Ter Dez 30, 2014 2:41 pm

Valeu, Alexandre, mas ainda tenho muito o que aprender.
Infelizmente, até o setor veterinário é pobre quando se trata de peixes, comparado aos tratamentos para outros tipos de animais. Como já passei por problemas de doenças com meus peixes, acho que devemos nos ajudarmos com o que pudermos (claro que buscando embasamento e sem mitologias, rsrs).

Ian, pode fazer outra aplicação direta se notar que o animal continua sem comer. Se puder, faça um patê com filé de sardinha (cozido) e ervilhas, adicionando medicação e injete, assim você nutre e medica o animal, se ele não estiver comendo.

Abraço

_________________
Edson Paveloski Junior

avatar
Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens : 2436
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 27
Localização : Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Alexandre Krassuski em Ter Dez 30, 2014 4:28 pm

Ian, eu ví os vídeos que você postou referentes a aplicação direta de medicamentos por seringa. É muito importante, garantir que o todo conteúdo seja ingerido (tanto se for medicamento, quanto alimentação). É muito importante que nesse processo você não machuque a faringe ou o estômago do seu peixe, na hora que você introduzir a seringa na boca dele.

Dá uma lida nesse artigo, sobre um esquema simplificado sobre o sistema digestivo dos peixes ósseos:

http://gracieteoliveira.pbworks.com/w/page/37141815/Pisces

Repare que assim que termina a boca, inicia-se a faringe e só depois vem o estômago. É importante que o conteúdo da seringa, não seja depositado só na boca e na faringe e sim no estômago. Se não, assim que você recolocar o peixe na água, ele vai expelir grande parte do material.

Em peixes maiores, eu já utilizei uma seringa fina para aplicação de insulina, diretamente no peixe (como no vídeo que você postou). Porém em um peixe menor, a introdução da seringa, vai ferir a mucosa interna do peixe, e você terá mais um problema para esquentar a sua cabeça.

O início do estômago do peixe é, a grosso modo, mais ou menos no encontro da nadadeira peitoral com o corpo do peixe (como se fosse a nossa axila, ok?). Então para alcançar essa profundidade de maneira mais segura, eu recomendo a utilização de uma sonda uretral para gatos. Você encontra para vender em pets. Ela é fina e feita de silicone bem macia.

Dá uma olhada no vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=S7Ta8Tv-QRY

Evite a entrada de ar na aplicação, ok?

Pronto, seguindo as recomendações, as chances dele se recuperar aumentam muito.
Um abraço. very good
avatar
Alexandre Krassuski
Amphilophus labiatus
Amphilophus labiatus

Mensagens : 297
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 42
Localização : São Bernardo do Campo - SP (Brasil)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Edson Paveloski Junior em Ter Dez 30, 2014 5:16 pm

Palmas Palmas Palmas

_________________
Edson Paveloski Junior

avatar
Edson Paveloski Junior
Administrador
Administrador

Mensagens : 2436
Data de inscrição : 19/08/2011
Idade : 27
Localização : Jandira-SP

Ver perfil do usuário http://www.ciclideosbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Ian Gopfert em Ter Dez 30, 2014 5:29 pm

Edson Paveloski Junior escreveu:Valeu, Alexandre, mas ainda tenho muito o que aprender.
Infelizmente, até o setor veterinário é pobre quando se trata de peixes, comparado aos tratamentos para outros tipos de animais. Como já passei por problemas de doenças com meus peixes, acho que devemos nos ajudarmos com o que pudermos (claro que buscando embasamento e sem mitologias, rsrs).

Ian, pode fazer outra aplicação direta se notar que o animal continua sem comer. Se puder, faça um patê com filé de sardinha (cozido) e ervilhas, adicionando medicação e injete, assim você nutre e medica o animal, se ele não estiver comendo.

Abraço

Certamente,
Pesquisei muita coisa na internet, e o pessoal de fora tem acesso à uma gama muito grande de medicamentos próprios, infelizmente no Brasil só SP tem um mercado considerável de aquaristas, aqui no RJ mesmo temos poucas lojas exclusivas para aquários, sendo a maioria dividas com produtos de cães e gatos, e mesmo as exclusivas tem poucas opções de produtos. A baixa demanda somada a burocracia brasileira acaba nos prejudicando muito..


Alexandre Krassuski escreveu:Ian, eu ví os vídeos que você postou referentes a aplicação direta de medicamentos por seringa. É muito importante, garantir que o todo conteúdo seja ingerido (tanto se for medicamento, quanto alimentação). É muito importante que nesse processo você não machuque a faringe ou o estômago do seu peixe, na hora que você introduzir a seringa na boca dele.

Dá uma lida nesse artigo, sobre um esquema simplificado sobre o sistema digestivo dos peixes ósseos:

http://gracieteoliveira.pbworks.com/w/page/37141815/Pisces

Repare que assim que termina a boca, inicia-se a faringe e só depois vem o estômago. É importante que o conteúdo da seringa, não seja depositado só na boca e na faringe e sim no estômago. Se não, assim que você recolocar o peixe na água, ele vai expelir grande parte do material.

Em peixes maiores, eu já utilizei uma seringa fina para aplicação de insulina, diretamente no peixe (como no vídeo que você postou). Porém em um peixe menor, a introdução da seringa, vai ferir a mucosa interna do peixe, e você terá mais um problema para esquentar a sua cabeça.

O início do estômago do peixe é, a grosso modo, mais ou menos no encontro da nadadeira peitoral com o corpo do peixe (como se fosse a nossa axila, ok?). Então para alcançar essa profundidade de maneira mais segura, eu recomendo a utilização de uma sonda uretral para gatos. Você encontra para vender em pets. Ela é fina e feita de silicone bem macia.

Dá uma olhada no vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=S7Ta8Tv-QRY

Evite a entrada de ar na aplicação, ok?

Pronto, seguindo as recomendações, as chances dele se recuperar aumentam muito.
Um abraço. very good


Alexandre, se precisar de uma próxima aplicação certamente não vou mais utilizar a seringa, procurei por uma pipeta fina mas não encontrei. O atendente da farmácia me deu a seringa mais fina que ele tinha, mas como o FH é realmente ainda bem pequeno, foi praticamente um estupro devido ao diâmetro da seringa, mas acho que foi suficiente para atingir o estômago dele. Gostei da ideia da sonda, vou tentar encontrar pois é ainda melhor para aplicação. Obrigado por compartilhar essas informações


--------------------------------
Sobre o FH, hoje eu senti uma melhora nele, ainda está desgovernado, dando algumas cambalhotas, mas já consegue ficar boa parte do tempo na horizontal; somente as cores dele que estão bem desbotadas, provavelmente devido a exposição aos medicamentos. 

Ainda não consegui tirar uma foto boa para compartilhar, vou tentar mais a noite por causa da iluminação. Espero que ele se recupere, os aquários estavam desmontados aqui em casa pois passei um tempo muito desanimado com o hobby, possuia alguns discos há 5 anos, inclusive um casal dando cria, por alguns meses eu me descuidei da manutenção devido a rotina pesada e quase todos acabaram morrendo devido a um surto de parasitas internos, não consegui salvar nenhum que apresentou sintomas; acabei me desfazendo de alguns poucos filhotes e fiquei somente com um casal de corydoras em um aquário de 100L kkk

Em fevereiro vou me dar de presente de aniversário um aquário de grande porte, somente de ciclídeos e primitivos, peguei alguns filhotes que estou engordando até lá, espero que não tenha mais problemas com doenças.

Mais tarde então faço um update pra vocês, obrigado por me ajudarem e por me darem esperanças, estou em dívida!
avatar
Ian Gopfert
Alevino
Alevino

Mensagens : 8
Data de inscrição : 27/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Alexandre Krassuski em Ter Dez 30, 2014 6:02 pm

É isso mesmo Ian, o seu FH está em elevado estado de estresse é normal que ele fique desbotado mesmo.
Agora a questão dele estar "desgovernado" é o que mais me preocupa no momento, não gosto de ver peixe assim, fico bem cabreiro com isso (isso não é um bom sinal), mas a luta continua! Pelo menos agora, sabemos que você está seguindo pelo caminho certo, a chance dele se salvar aumentou bastante, agora com o tratamento correto (estamos torcendo).
Assim que possível, passa na sala de "Apresente-se" e conte um resumo da sua caminhada como aquarista.
Um abraço e boa sorte mais uma vez. very good
avatar
Alexandre Krassuski
Amphilophus labiatus
Amphilophus labiatus

Mensagens : 297
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 42
Localização : São Bernardo do Campo - SP (Brasil)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Alexandre Krassuski em Qui Jan 08, 2015 11:31 am

Fala Ian, tudo bem?
O FH reagiu ao tratamento ou infelizmente não deu certo?
Um abraço.
avatar
Alexandre Krassuski
Amphilophus labiatus
Amphilophus labiatus

Mensagens : 297
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 42
Localização : São Bernardo do Campo - SP (Brasil)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Ian Gopfert em Qui Jan 08, 2015 8:09 pm

Alexandre Krassuski escreveu:Fala Ian, tudo bem?
O FH reagiu ao tratamento ou infelizmente não deu certo?
Um abraço.

Oi Alexandre,
Desculpe a demora para postar, o FH respondeu muito bem ao tratamento, ele parou completamente de ficar desorientado, ficou bem ativo, mesmo assim não dei comida para ele até ontem. Ontem dei alguns color bits, ele colocava na boca e cuspia, mas após algum tempo a ração amolecia e ele comia. Hoje mais uma vez dei um pouco de comida, e dessa vez ele pegou e mastigou a ração normalmente, estou torcendo para que ele esteja curado. Acho que vou aguardar mais um pouco para refazer o tratamento, pois ele já está a muito tempo com remédios na água, o que acham?
avatar
Ian Gopfert
Alevino
Alevino

Mensagens : 8
Data de inscrição : 27/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Alexandre Krassuski em Sex Jan 09, 2015 4:21 pm

Pôxa vida que notícia boa Ian Palmas
Que bom que o tratamento está surtindo efeito! Quanto a duração do tratamento, vamos esperar o Edson avaliar melhor. Eu não arrisco um palpite. Depois de quase dois anos sem problemas nos meus aquários essa semana as bruxas foram soltas no aquário dos meus jumbos. E quem tem me prestado orientações técnicas sobre o que fazer e quais medicamentos é o Edson. Na quarta-feira, era quase 22:00hs e eu estava pedindo uma ajuda para ele. Portanto, é melhor esperar ele avaliar melhor qual é o segundo passo. O importante é que ele acertou em cheio o tratamento e o peixe está reagindo positivamente.
Um abraço e vou continuar de olho no tópico, para aprender um pouco mais.
avatar
Alexandre Krassuski
Amphilophus labiatus
Amphilophus labiatus

Mensagens : 297
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 42
Localização : São Bernardo do Campo - SP (Brasil)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Ian Gopfert em Dom Jun 07, 2015 2:10 am

Edson Paveloski Junior escreveu:Palmas Palmas Palmas

Alexandre Krassuski escreveu:Pôxa vida que notícia boa Ian Palmas
Que bom que o tratamento está surtindo efeito! Quanto a duração do tratamento, vamos esperar o Edson avaliar melhor. Eu não arrisco um palpite. Depois de quase dois anos sem problemas nos meus aquários essa semana as bruxas foram soltas no aquário dos meus jumbos. E quem tem me prestado orientações técnicas sobre o que fazer e quais medicamentos é o Edson. Na quarta-feira, era quase 22:00hs e eu estava pedindo uma ajuda para ele. Portanto, é melhor esperar ele avaliar melhor qual é o segundo passo. O importante é que ele acertou em cheio o tratamento e o peixe está reagindo positivamente.
Um abraço e vou continuar de olho no tópico, para aprender um pouco mais.

Edson e Alexandre,
Acabou que nunca mais postei nenhum status sobre a situação, gostaria de agradecer pela atenção e dizer que por aqui tá tudo bem, o FH tem engordado e acho que em 6 meses deve ter dobrado de tamanho, não tem acompanhado o crescimento do red devil pois provavelmente por ser short body o crescimento deve ser bem mais lento, olhem só:






De tempos em tempos eu vou postando  a evolução dele por aqui, valeu pela ajuda guys !
avatar
Ian Gopfert
Alevino
Alevino

Mensagens : 8
Data de inscrição : 27/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Emerson Souza Santos em Ter Jun 09, 2015 1:22 pm

Que maravilha... boa sorte com o pequeno e tudo de melhor ai!  gole

_________________
A precipitação é o início do fracasso e a paciência é o primeiro passo para o sucesso!!! Wink 

Tanganyika Village Aquarium - 144lts

M&Ms Mbunário Malawians - 280lts
avatar
Emerson Souza Santos
Administrador
Administrador

Mensagens : 3821
Data de inscrição : 17/08/2011
Idade : 26
Localização : Itaquera, São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Flowerhorn a beira da morte

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum